Os adolescentes e as regras

Todos os pais sabem que as regras ajudam a manter os adolescentes seguros e sãos. No entanto, os adolescentes não costumam gostar de regras. Fixar regras para os adolescentes pode ser difícil, sobretudo quando se movimentam num meio cultural diferente. Pode ser necessário pedir ajuda a um amigo.

Os adolescentes normais:

* Querem ser independentes;

* Questionam as regras e a autoridade;

* Põem à prova todos os limites;

* Por vezes, esquecem-se das coisas;

* Têm dias bons e dias maus;

* Levam os pais até à “loucura”.

O cérebro do adolescente não está completamente formado. Os adolescentes podem parecer adultos, mas o seu cérebro ainda está a crescer, e as suas hormonas continuam em processo de mudança. Isso afecta a maneira como os adolescentes:

* Tomam decisões: muitas vezes os adolescentes tomam decisões inteligentes; outras vezes, tomam decisões infantis;

* Correm riscos: agem sem pensar ou fazem coisas perigosas;

* Se relacionam com as outras pessoas: os adolescentes podem afastar-se das suas famílias e aproximar-se mais dos seus amigos; porém, é necessário que mantenham o contacto com a sua cultura e os seus familiares.

As regras ajudam os adolescentes a ser responsáveis pela sua própria conduta.

Algumas sugestões para estabelecer as regras com o adolescente:

* Explique-lhe porque são necessárias as regras e quais são as suas expectativas;

* Deixe que o adolescente colabore na criação das regras; a probabilidade de ele as respeitar é maior;

* Advirta-o das consequências inerentes ao incumprimento das regras: menos tempo com os amigos, aumento de tarefas, diminuição de privilégios, etc;

* Deixe que o adolescente coopere na decisão das consequência do não cumprimento das regras;

* Se as consequências forem demasiado severas, corre-se o risco de incumprimento das mesmas pelo adolescente;

* Conheça os amigos (e os pais dos amigos) do adolescente;

* Escolha as suas batalhas; deixe que o adolescente tome decisões sobre alguns assuntos;

* Permita que o adolescente tenha mais liberdade, depois de ganhar a sua confiança;

* Sempre que possível, pratique um desporto, oiça música ou faça qualquer coisa divertida na companhia do adolescente;

Os adolescentes precisam de regras e os pais devem criá-las; felicite o adolescente pelo cumprimento das regras e assegure-se de que ele se sente amado; mesmo quando não seja “perfeito”. CWIG

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>